O que é virtualização?

Bom pessoal, talvez vocês já tenham escutado um papo falando de máquinas virtuais e deve ter ouvido falar no VirtualBox. Mas afinal, pra quê server o VirtualBox?

Origem da Virtualização

Os primeiros dias da virtualização datam da década de 70, com o sistema VM/370 da IBM. O objetivo da virtualização era permitir uma melhor utilização do hardware, já que o hardware dos mainframes ficavam ociosos e custavam muito caro para as organizações. Com o advento da virtualização foi possível executar diversos sistemas operacionais, simultaneamente, em um mesmo hardware.

Hipervisores tipo 1 e 2

Os hivervisores são divididos em dois tipos: os de tipo 1 e os de tipo 2. O hipervisor do tipo 1 é instalado diretamente no hardware, no jargão de TI dizemos em bare metal. O procedimento de instalação de um hipervisor deste tipo é feita como se faz a instalação sistema operacional de uso genérico, como o Windows ou Linux. Para isso, inicia-se o servidor através do DVD de instalação e segue respondendo as questões solicitadas pelo instalador.

Ao término da instalação do hipervisor do tipo 1 você terá apenas uma console de gerenciamento para administração local do sistema, utilizando normalmente para definir o endereço IP do servidor, a senha de acesso à console remota de configuração e algumas configurações adicionais, dependendo do fabricante.

É importante notar que neste tipo não existe um sistema operacional intermediando o hipervisor e o hardware, já que o hipervisor é instalado diretamente nele. A aplicação de hipervisores do tipo se dá em datacenters.

Já os hipervisores do tipo 2 são instalados sobre um sistema operacional pré-existente, da mesma forma que uma aplicação qualquer, como a instalação de um novo navegador web.

A utilização de ferramentas é destinada ao uso em computadores pessoais, normalmente para experimentação e para execução de aplicações antigas, não compatíveis com os sistemas operacionais modernos.

Plataformas de Virtualização

VMware vSphere, Xen, KVM e Hyper-V são exemplos de plataformas do tipo 1, com uso predominantemente em datacenters corporativos. A escolha entre os tipos se dá normalmente pela disponibilidade de suporte, pessoal qualificado, funcionalidades e restrições orçamentárias.

VirtualBox, VMware Player e Virtual PC  são exemplos de softwares de virtualização para uso em computadores domésticos. Seu uso não é

O VirtualBox

O Virtualbox é uma ferramenta de virtualização do tipo 2 desenvolvida pela Oracle. O download gratuito do VirtualBox pode ser realizado diretamente através do site virtualbox.org. Ele possui diversas funcionalidades que o colocam em local de destaque dentre os demais concorrentes. No próximo post iremos tratar do VirtualBox e detalhar as principais funcionalidades. Até logo!

Referências

TANENBAUM, Andrew S.; MACHADO FILHO, Nery. Sistemas operacionais modernos. Prentice-Hall, 1995.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *